Volta a Portugal: Alarcón vence em Setúbal e veste amarela

Raúl Alarcón conquistou este sábado a oitava vitória da temporada ao vencer a primeira etapa da 79ª Volta a Portugal Santander Totta. O espanhol da W52-FC Porto foi o mais forte na chegada a Setúbal, triunfando com 11 segundos de vantagem sobre o grupo perseguidor, subindo assim à liderança da camisola amarela.

Em declarações à RTP, Raúl Alarcón falou da vitória: “Foi uma boa corrida. Na parte final, a Efapel atacou e nós conseguimos contra-atacar e ganhar aqui. Nós sabíamos que tínhamos de estar atentos na parte final e assim aconteceu. Contra-atacámos e conseguimos vencer.” Uma vitória que levou Alarcón à liderança da camisola amarela: “Está claro que o Gustavo é o nosso líder, agora estou eu de amarelo, mas isso não importa. Nos próximos dias, nas etapas é que temos de ver. O Alejandro [Marque] está muito forte, já o demonstrou ontem no crono, mas temos uma boa equipa e vamos tentar vencer.”

 
Raúl Alarcón triunfa em Setúbal e sobe à liderança da Volta a Portugal (© João Fonseca / Volta a Portugal)

Depois de um curto esforço individual de 5,4 km no prólogo em Belém, o pelotão de 140 corredores enfrentou hoje uma longa jornada de 203 km a ligar Vila Franca de Xira a Setúbal, num percurso com três dificuldades montanhosas: Santarém (4ª cat. km 40,9), Alto das Necessidades (3ª cat. km 172,6) e Alto da Arrábida (3ª cat. km 189,7).

A equipa Armée de Terre, do camisola amarela Damien Gaudin, colocou os soldados franceses no comando do pelotão em praticamente toda a jornada, na defesa da liderança alcançada no primeiro dia da Volta.

Assim que foi dada a partida, o campeão nacional de Israel Roy Goldstein (Israel Cycling Academy) e Alexis Carter (H&R Block Pro Cycling Team) iniciaram a primeira fuga da 79ª Volta a Portugal. O duo não permaneceu muito tempo sozinho na frente, chegando à sua companhia Hélder Ferreira (Louletano-Hospital de Loulé), Tijmen Eising (Metec-TKH Continental Cyclingteam p/b Mantel), Patrick Jäger (Team Vorarlberg), Gotzon Udondo (Euskadi-Murias) e Adne Van Engelen (Bike Aid). Esta fuga chegou ao fim com cerca de 60 km pedalados, por força da união entre a equipa francesa e a lusa W52-FC Porto no comando da perseguição.

Com a dificuldade montanhosa localizada na parte final da jornada, o pelotão enfrentou por duas vezes na primeira parte do percurso o fraccionamento do grande grupo em dois, por força dos famosos abanicos ajudados pelo vento que se fez sentir neste dia.

Superado o susto, o pelotão continuou rumo a Setúbal, com nova fuga a surgir pelos pedais do basco Gotzon Udondo, que já tinha tentado a sorte na primeira escapada do dia. Em sua perseguição surgiu um grupo de sete corredores composto por pelo companheiro de equipa Pello Olaberria, Rui Rodrigues (Louletano-Hospital de Loulé), Román Villalobos (LA Alumínios-Metalusa-BlackJack), Jasper Hamelink (Metec-TKH Continental Cyclingteam p/b Mantel), Sebastian Baldauf (Team Vorarlberg) e novamente Israel Roy Goldstein (Israel Academy) e Alexis Carter (H&R Block Pro Cycling Team). Alguns dos perseguidores ainda chegaram a Udondo, mas a fuga chegaria ao fim a menos de 40 km para a chegada, valendo ao final do dia o prémio da combatividade para o esforço do ciclista basco.

Chegados ao Alto das Necessidades, o imperador do pelotão nacional César Fonte (LA Alumínios-Metalusa-BlackJack) atacou a subida de 1,1 km, seguido pelo companheiro de equipa Luís Afonso, que seguiu em solitário, mas não por muito tempo já que os soldados da Armée de Terre não deram hipótese à aventura do ciclista luso.

A 20 km para o final do dia, a lusa Efapel tomou o comando do pelotão com Álvaro Trueba e Bruno Silva a endurecerem o ritmo na subida de 7,3 km da Serra da Arrábida.

Em plena subida, Filipe Cardoso (RP-Boavista) passou para o comando do reduzido pelotão, seguindo-se o ataque de David de la Fuente (Louletano-Hospital de Loulé) correspondido por César Fonte, primeiro e segundo na passagem do Alto da Arrábida. O camisola amarela perdeu algum espaço para o pelotão, mas após a passagem no alto recuperou o fôlego e a distância, chegando ao pelotão a 9 km do final, mas não ao grupo que se adiantou na frente.

A 13 km para a meta surgiu o momento do dia pelo ataque de Raúl Alarcón (W52-FC Porto) no grupo que se formou na frente de corrida, seguindo no seu encalço nomes importantes na luta pela geral e composto por Vicente de Mateos e David de la Fuente (Louletano-Hospital de Loulé), Alejandro Marque e Rinaldo Nocentini (Sporting-Tavira), Sérgio Paulinho (Efapel), Rui Sousa (RP-Boavista), César Fonte (LA Alumínios-Metalusa-BlackJack), Davide Rebellin (Kuwait-Cartucho.es) e os companheiros da W52-FC Porto Amaro Antunes e Gustavo Veloso.

Os principais adversários tudo fizeram para alcançar Alarcón, principalmente Alejandro Marque e Sérgio Paulinho, mas o espanhol não se deixou alcançar, agarrando o triunfo com 11 segundos para este grupo, encabeçado na meta por Amaro Antunes e David de la Fuente. O camisola amarela Damien Gaudin cruzou a linha em 43º, descendo para 12º da geral.

Nas demais classificações, Raúl Alarcón assumiu igualmente a liderança por pontos, o companheiro Amaro Antunes o combinado, César Fonte a montanha e Óscar Rodríguez (Euskadi-Murias) a juventude. A W52-FC Porto subiu à liderança por equipas.

Amanhã, a segunda etapa disputa-se entre Reguengos de Monsaraz e Castelo Branco, num total de 214,7 km.

Resultados Et1 [resultados completos]
1º Raúl Alarcón (Esp) W52-FC Porto 4:55:57
2º Amaro Antunes (Por) W52-FC Porto +11s
3º David de la Fuente (Esp) Louletano-Hospital de Loulé +11s
4º Vicente de Mateos (Esp) Louletano-Hospital de Loulé +11s
5º Rinaldo Nocentini (Ita) Sporting-Tavira +11s
6º César Fonte (Por) LA Alumínios-Metalusa-BlackJack +11s
7º Davide Rebellin (Ita) Kuwait-Cartucho.es +11s
8º Gustavo Veloso (Esp) W52-FC Porto +11s
9º Alejandro Marque (Esp) Sporting-Tavira +11s
10º Sérgio Paulinho (Por) Efapel +11s

Classificação Geral
1º Raúl Alarcón (Esp) W52-FC Porto 5:02:29
2º Alejandro Marque (Esp) Sporting-Tavira +6s
3º Domingos Gonçalves (Por) RP-Boavista +15s
4º Rinaldo Nocentini (Ita) Sporting-Tavira +16s
5º Gustavo Veloso (Esp) W52-FC Porto +17s
6º Sérgio Paulinho (Por) Efapel +20s
7º Amaro Antunes (Por) W52-FC Porto +22s
8º Rui Sousa (Por) RP-Boavista +25s
9º Vicente de Mateos (Esp) Louletano-Hospital de Loulé 29s
10º Davide Rebellin (Ita) Kuwait-Cartucho.es +32s
11º César Fonte (Por) LA Alumínios-Metalusa-BlackJack +34s
12º Damien Gaudin (Fra) Armée de Terre +34s
13º Jesús Ezquerra (Esp) Sporting-Tavira +45s
14º Óscar Rodríguez (Esp) Euskadi-Murias +47s

Sem comentários:

Enviar um comentário