Vicente de Mateos: “Espero chegar a Viseu e estar no pódio final”

O Cycling & Thoughts entrevistou Vicente de Mateos em Belém, na apresentação das equipas da 79ª Volta a Portugal Santander Totta. O ciclista espanhol de 28 anos lidera a equipa Louletano-Hospital de Loulé na luta pela camisola amarela.


Vicente de Mateos fechou a Volta a Portugal de 2016 em 8º da geral e este ano vem com um objectivo mais ambicioso.

VM: “Bem, trabalhei muito e espero chegar a Viseu e estar no pódio final. Para ganhar a Volta a Portugal tens de estar a tentar a cada etapa, a cada dia, pois os segundos de bonificação de cada etapa podem fazer-te ganhar a Volta a Portugal.”

A progressão de Vicente de Mateos tem sido notória desde a temporada transacta, mostrando-se cada vez mais forte no terreno montanhoso.

VM: “A progressão está à vista, ganhei corridas com final em alto. Nos últimos treinos senti-me bastante bem e penso que estou preparado para enfrentar esta Volta.”

Para fazer a diferença para os principais adversários, destaca três etapas.

VM: “Uma das etapas mais importantes, que no ano passado já marcou a diferença, é a Sra. da Graça. A etapa da Torre, embora não termine na Torre, é muito dura. E o contra-relógio final irá fazer a última diferença.”

O contra-relógio em Viseu será a última oportunidade para lutar contra as possíveis diferenças de tempo na geral, onde Gustavo Veloso (W52-FC Porto) se tem revelado especialista no esforço individual.

VM: “O Gustavo demonstrou que é muito forte no contra-relógio e em todos os terrenos. Mas o crono deste ano parece que não tem grandes rectas para correr em grande velocidade e, por isso, penso que será um contra-relógio diferente do ano passado.”

Vicente de Mateos e Louletano-Hospital de Loulé na 79ª Volta a Portugal (© Helena Dias)

Sem comentários:

Enviar um comentário